terça-feira, 17 de julho de 2018

DIÁRIO || Cada tatuagem tem uma história para contar

Mais um dia que começou com a viagem de vários quilómetros para o trabalho e a minha fiel companheira: rádio Comercial. Falaram em tatuagens e achei que era um sinal para não fugir a este texto. Cresci com elogios à minha letra (que ainda hoje me deixam orgulhosa) e escrita mas tenho sempre a sensação de que fica qualquer coisa por dizer, que a interpretação nem sempre é a mais correta e/ou completa. Mas se me faz feliz, porque não? E por ti, minha querida amiga, vale a pena.

Sexta-feira 13, senti que precisava de arejar à hora de almoço e assim fiz. Chamou-me a atenção a placa de uma promoção especial naquele dia de azar anunciado. Partilhei contigo e trocámos várias ideias. Já tínhamos falado em fazer isto juntas e poucos minutos depois das seis, lá estávamos nós, para marcar a nossa vez.

Talvez algumas pessoas pensem que foi precipitado, que um dia nos podemos arrepender ou até chatear. Mas a vida já nos ensinou - da pior maneira - que temos de aproveitar o dia de hoje e assim fizemos. Primeiro eu (não chorei mas tu choraste por mim) dada a experiência e depois a tua vez (avisei-te que vai ser viciante, daqui a uns tempos voltamos a falar).


Os nativos americanos acreditavam que simbolizava inspiração para seguir os seus sonhos, esperanças e desejos. (...) Os japoneses acreditam que representa felicidade e alegria. E também um sinal de força e coragem. (...) Nos Estados Unidos simboliza o renascimento após grandes dificuldades, lutas e perda. 

Para mim é isto e muito mais... São os sítios que descobrimos juntas. As gargalhadas altas que demos. As confissões que trocámos sem medo de julgamento. São os suspiros e as leituras de pensamento. Os presentes e as surpresas. As pizzas e sobremesas partilhadas. É ouvirmos as mesmas músicas. É pensarmos as mesmas coisas e nem precisarmos de o dizer. É reconhecer/traduzir um olhar e o silêncio.

É a nossa sintonia, confiança e harmonia.
Que fazem estes três anos parecer uma vida toda.
Aconteça o que acontecer, que nunca deixemos de seguir o nosso CORAÇÃO 

terça-feira, 24 de abril de 2018

LIFESTYLE || Sushi Addicted

No início do mês o facebook recordou-me que a loucura do sushi despertou em mim há um ano atrás, por isso, achei que era o momento de partilhar um bocadinho sobre a minha aventura.
Sim, eu era aquele tipo de pessoa que tinha experimentado uma única peça num restaurante de chinês e japonês mas não só não tinha conseguido comer (a sensação do arroz e do peixe cru digamos que foi traumatizante e não consegui engolir) como afirmava a pé juntos que não se ia repetir.

Assim, a ideia de combinarmos o jantar no dia da mulher no Peculiar não me assustou porque a carta de bifes era bastante apelativa. Ora aí está uma forma de marcar pontos e agradar toda a gente.
Durante o jantar, sabendo da minha (quase nula) experiência insistiram e pronto, lá experimentei uma entrada e uma peça. Assim, fiquei curiosidade, porque os sabores e texturas eram realmente agradáveis. Cheguei mesmo a afirmar que me tinha arrependido de ter escolhido o bife (que sinceramente não achei nada de especial) e por isso marcámos novo encontro para a minha primeira experiência a sério, no Sushi pra Ti, em Cantanhede.

Confesso que não sabia muito bem ao que ia (qualquer coisa no regresso passávamos pelo Mc) mas o plano já estava traçado pelas minhas fantásticas companheiras: começar pelos fritos, comer poucos com arroz e no final só posso dizer que adorei e que quero muito voltar lá.


O ambiente e atendimento foram fantásticos, o sushi tinha uma qualidade excelente e o melhor de tudo estava guardado para o fim: a sobremesa - sushi de banana, de comer e chorar por mais.

Depois desta experiência tão bem sucedida foram várias as vezes em que voltei ao Peculiar, que mudou de localização recentemente - apesar de continuar na mesma zona, tendo agora muito mais lugares.


Em resumo, em Coimbra acho que é um restaurante que vale muito a pena. 
De entradas, adoro os camarões e as gyosas - não recomendo o choco. 
Quanto ao sushi, vale a pena escolherem os mix's de acordo com o número de pessoas. 
No que toca a sobremesas, já experimentei duas (neste momento só me lembro da tarte de feijão) e não acho nada de especial, tanto que não voltei a repetir. 
Podem consultar a carta aqui.

Em Aveiro, o restaurante de referência é o Subenshi:


Pessoalmente, acho que vale a pena a experiência apesar do preço mais elevado, por todo o empenho associado - saibam tudo neste artigo.
O ambiente é único (e os aquários fantásticos) e tem um papel fundamental. Quanto ao atendimento, não tivemos muita sorte porque a pessoa que nos atendeu devia estar num dia não.

Ainda em Aveiro, aliciadas com pelo "tudo incluído" experimentámos o Espeto do Sul mas confesso que somos meninas para pagar um pouco mais, comer menos mas com mais qualidade. Falhou claramente a frescura a que já estávamos habituadas (não sei se teria sido do movimento de sexta-feira à noite).


Recentemente, tenho ido várias vezes ao Hanami que encontram por vários centros comerciais no país.
A relação qualidade /preço é a melhor, podem comer um simples menú de sushi por menos de 10 euros.


De entradas, recomendo pedirem as gyosas e os croquetes de salmão que estão disponíveis neste momento (são maravilhosos). Costumo variar entre o super menu 1 e o super menu 4 (para dividir). Recentemente experimentei a massa. que já pedi duas vezes e é deliciosa.
De mencionar ainda o cartão de fidelidade, que vale a pena fazerem (através da internet, indicando apenas o número de telemóvel) que acumula pontos a cada compra, sendo descontados posteriormente.

Espero que gostem deste artigo e partilhem nos comentários a vossa experiência com sushi :) Contem-me se foi amor à primeira prova ou nem por isso. E claro, partilhem os vossos restaurantes favoritos!
B o m  f e r i a d o 

domingo, 11 de fevereiro de 2018

MODA || So romantic ❤

Em pleno mês do amor (a dois dias do dia mais romântico do ano) e com as novas coleções a chegarem às lojas é impossível ficar indiferente principalmente às peças com cores mais claras, que começam a chamar a primavera. 
Como sei que vai demorar a chegar, venho partilhar algumas camisolas da Zaful que adorei. 

O rosa é dominante - arrisco-me a dizer que está quase a tirar o lugar à minha cor favorita, vermelho - mas também há detalhes bem românticos que mudam completamente uma peça básica: folhos, pompons, pérolas e claro... laços!


Qual a vossa peça favorita?

B e i j o c a s  e  b o m  d o m i n g o !

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

CABELO || Óleo luminoso suavizante, da Wella

Para terminar a semana em beleza, decidi partilhar um novo artigo no blogue, sobre um produto testado e aprovado em 2017.


Como pintei o cabelo, senti necessidade de usar um óleo e como vi esta novidade decidi experimentar: óleo luminoso suavizante, da Wella.
Com óleo de macadamia e abacate é um óleo versátil para finalização perfeita e cabelos brilhantes, para todos os tipos de cabelo.

Os óleos são muito versáteis, podendo ser usados para styling, proteger e/ou cuidado intenso (utilizado sem passar por água ou aplicado horas antes da lavagem).

Aplicar 1-2 doses nas mãos e distribuir uniformemente do meio às pontas (não coloquem mais do que esta quantididade senão o vosso cabelo vai pesar e não vão gostar). O cabelo fica realmente macio, brilhante e nada pegajoso (utilizo apenas uma dose - também existe uma versão para cabelos finos, que promete uma textura ligeira e movimento harmonioso).

Para quem se interessar, comprei na Primor, por 8 euros (de momento não está disponível) mas também encontram na Pluricosmética. 

Fiquei fã e por isso estou de olho no condicionador e na máscara.
Já conheciam? Já experimentaram?
Contem-me tudo! 

B e i j o c a s 

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

BELEZA || Rosto - Favoritos de 2017

E o primeiro artigo do ano não poderia deixar de ser sobre favoritos.

Em 2017 falei-vos dos produtos de maquilhagem, mas agora, com a pele menos oleosa e a pedir mais cuidados, decidi partilhar os produtos de rosto que usei e adorei. 



Gel de limpeza purificante, peles mistas a oleosas, Jowaé
Assim que vi o lançamento da Jowaé (marca do grupo Alès Groupe - Lierac, Phyto) fiquei muito curiosa uma vez que se inspira nos ingredientes e rituais coreanos. 
Decidi destacar o gel de limpeza (também comprei um hidratante) pela sua eficácia, suavidade e frescura.
Custa cerca de 10 euros e a relação qualidade-quantidade-preço é excelente.
Encontram a marca em algumas farmácias (para quem for de Coimbra, eu comprei na Vilaça - na baixa) e online na Skin.

Protetor solar, Bioré, com SPF 50
Finalmente, comprei o meu segundo produto da Bioré - marca japonesa muito famosa nos cuidados de pele (podem saber qual foi o primeiro neste artigo), desta vez um protetor solar indicado para peles oleosas.
Destaco desde já a embalagem bem compacta e prática. Quanto ao produto, aplica-se muito facilmente e é bem seco, deixando a pele com uma textura maravilhosa, bem lisa.
Comprei no Ebay (duas embalagens por cerca de 13/14 euros).

Fluído matificante, para peles normais a oleosas, da Avène
Este produto foi recomendação de uma amiga, com a pele mais sensível e adorei, tanto que esta é a segunda embalagem.
Pela textura, no primeiro pump, pensei que fosse mais ligeiro mas fiquei realmente surpreendida pelo poder de hidratação. Utilizo diariamente na minha rotina de noite e adoro, já não vivo sem!
Traz 50 ml e custa cerca de 18 euros, encontram em farmácias e parafarmácias. 

Quanto a desmaquilhantes, destaco:

Desmaquilhante de olhos, Cien
Esta é a terceira ou quarta embalagem e é o produto mais acessível que posso recomendar.
É muito muito suave (utilizo diariamente), nunca me deixou os olhos irritados, e retira muito bem a maquilhagem.
Quanto utilizo máscara de pestanas à prova de água recorro ao bifásico da Sephora que também adoro!

Gel micelar, Garnier
Era fã das águas micelares da marca (já vos falei aqui e aqui) mas com a rotina do ginásio senti necessidade de um produto para remover a maquilhagem no banho, de forma rápida e eficaz.
Vi esta novidade e achei que valia a pena experimentar.
Confesso que nos olhos normalmente uso sempre o da Cien, para não ficar em modo Panda, e no rosto utilizo este, que deixa a pele bem limpa e muito suave.

Espero que tenham gostado do artigo de hoje e das indicações, partilhem nos comentários o vosso tipo de pele e produtos favoritos. 

B e i j o c a s 

domingo, 31 de dezembro de 2017

DIÁRIO || 2017

O ano começou com lindas palavras - às nove no meu livro, boa música portuguesa e muitos planos para a viagem a São Miguel, que foi simplesmente fantástica. Por mais que adore o movimento das duas grandes cidades europeias pelas quais já passei, não deixo de me fascinar pela natureza, a sua beleza e tranquilidade.

Em fevereiro o meu Amor celebrou 30 primaveras e em março surgiu um desafio profissional, que abracei e que tem preenchido os meus dias, com mais exigência mas também com mais crescimento e realização.

No dia 12 de agosto, acordei com a pior notícia que já recebi. Perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida, a minha querida avózinha. Bem sei que ter vivido 90 primaveras foi simplesmente maravilhoso, mas nada consegue diminuir esta saudade que não conhece fim. Por mais que saibamos que pode acontecer nunca estamos preparados. Resta-me a alegria de ter crescido com tanto amor, de termos vivido momentos tão felizes, de termos partilhado tantos sorrisos e mimos, de termos celebrado as minhas conquistas, de termos trocado tantas declarações de amor, fazia questão de lhe dizer o quanto gostava dela, e é só isso que me consegue tranquilizar. 
Todas as despedidas foram com lágrimas nos olhos, já desde os tempos da faculdade, mas naquela sexta-feira, no hospital, jamais pensei que seria a derradeira. Sei que ela me viu, que me ouviu e que a última palavra que me disse foi aquilo que ela foi para mim: mãe.

Ainda nesse mês tive uma grande alegria, conheci um amor maior: o meu querido afilhado. 
Num dia de trabalho que tinha tudo para ser normal, recebi a grande notícia do seu nascimento e fui a correr para Gaia, não cabia em mim de tanta alegria e tinha de abraçar aquela amiga, que partilhou comigo este amor para a vida toda.

Em outubro fui ao casamento de uma amiga muito especial, numa cerimónia linda e emocionante, e no dia 15 vivi a pior noite da minha vida, pela qual temi verdadeiramente.

No dia 7 de novembro, dia de aniversário da minha avó, decidi concretizar algo que em que já vinha a pensar desde o início do ano e que agora fazia tanto sentido: uma tatuagem. 

Pelo meio, houve tempo para muitos momentos em família e entre amigos, comi muito sushi (conto falar-vos disso em breve), voltei a sítios bonitos (Piódão, praia fluvial de Valhelhas, Fátima) e conheci novos: Serra da Arrábida,Tróia, Costa Nova Beach Club, Farol da Ponta da Piedade, Porto Covo. 

Chegadas as últimas horas do ano, mais do que desejar é tempo de agradecer ❤  
F e l i z  A n o N o v o

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

DIÁRIO || Voa bem mais alto


Sábado à noite, com muito frio, mas de coração bem quentinho, fomos à despedida do meu irmão dos escuteiros.

Foi, sobretudo, um regresso a casa, e tão bom que é voltar onde fomos tão felizes (e às vezes nem nos lembramos).

Foi difícil controlar as lágrimas... 

A emoção de ouvir o alerta - ainda que a voz seja agora feminina, o arrepio ao dizermos a oração, as músicas, cujas letras - passado tanto tempo - não foram esquecidas, ouvir falar o melhor de ti, as palavras da mãe...

Vim embora de coração cheio e com a forte sensação de que um dia quero voltar a partilhar este espírito de união que marcou a minha infância e adolescência. 

Quanto a ti, meu querido irmão, hoje não podia ser o melhor dia para te repetir que voes bem mais alto